PESQUISAR

INUNDAÇÕES

Apesar de não podermos evitar os fenômenos naturais, há como impedir que estes eventos adversos se tornem catástrofes – provocando mortes e prejuízos – por meio de medidas preventivas. Adotar estas ações ante a um desastre natural é a forma mais indicada de se agir para minimizar o risco de ocorrências desastrosas. Reflita sobre a importância destas medidas para evitar prejuízos e garantir a segurança dos ocupantes de sua residência e local de trabalho.

 

Confira as principais recomendações do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina:

ANTES

- Avalie se sua casa, escola ou local de trabalho estão suscetíveis a inundações, enchentes, alagamentos ou enxurradas.

- Verifique se há acúmulo de lixo e sedimentos (troncos, árvores e materiais diversos) que possam bloquear o curso de rios e riachos nas proximidades bem como bueiros nas ruas da vizinhança.

- Limpe o telhado e canaletas de escoamento de água para evitar entupimentos.

- Avise aos seus vizinhos sobre o perigo, no caso de casas construídas em áreas de risco. Convença-os a adotarem medidas preventivas.

- Descubra quais estradas e rodovias são afetadas por inundações e escolha uma rota para evitá-las.

- Estabeleça planos de comunicação com familiares e conhecidos para trocarem informações em caso de emergência.

- Reúna um kit emergencial com alimentos, água potável, roupas, documentos e medicamentos.

- Planeje um lugar seguro onde você e sua família possam se alojar em caso de inundação.

- Desconecte os aparelhos elétricos da corrente elétrica para evitar curtos circuitos nas tomadas.

- Feche o registro de entrada de água.

- Retire todo o lixo e leve para áreas não sujeitas a inundações.

- Feche bem as portas e janelas.

- Desligue a chave geral da energia elétrica de sua residência.

- Se você tiver que deixar o local inundado, pegue seus pertences e não se esqueça de incluir os materiais de seu animal de estimação.

- Mantenha eletrônicos essenciais, como telefone celular e rádio, carregados.

- Coloque documentos e objetos de valor em um saco plástico bem fechado e em local protegido.

 

DURANTE

- Acompanhe junto ao noticiário local e a Defesa Civil as atualizações sobre a situação da inundação em progresso.

- Não deixe crianças trancadas em casa sozinhas.

- Busque áreas elevadas, não-alagáveis, se você está em um local sujeito a alagamentos.

- Siga as ordens de evacuação dos órgãos de Defesa Civil e fique atento às orientações.

- Evite transitar por locais alagados. Nunca é seguro dirigir ou caminhar por áreas alagadas.

- Seja proativo. Deixe o local com risco de inundação antes que isso não seja possível de ser realizado com segurança.

 

DEPOIS

- Continue acompanhando o noticiário local e as orientações da Defesa Civil sobre a situação.

- Evite o contato com a água em áreas alagadas. A água pode estar contaminada, provocando doenças ou lesões, ou ainda esconder fios de energia elétrica que podem causar choques e problemas mais graves.

- Evite áreas onde ocorreram desastres. Sua presença pode atrapalhar a atuação das equipes de emergência.

- Aguarde em local seguro as orientações das equipes de socorro, que determinarão quando o local poderá ser reocupado.

- Contate familiares e amigos e avise que você está bem.

- Em caso de emergência, acione a Defesa Civil pelo telefone 199 ou o Corpo de Bombeiros Militar pelo telefone 193

QUARTEL DO COMANDO-GERAL
Rua Almirante Lamego, 381, Centro, Florianópolis - SC | CEP: 88015-600

Desenvolvimento: DiTI-DLF | Gestão de Conteúdo: CCS | Tecnologia Open-Source
emergencia193